quinta-feira, dezembro 16, 2004

Deslealdade

Isto não tem nada a ver com o ex-ministro Chaves, nem sequer darei qualquer chave que permita a sua associação a qualquer dado concreto. Direi apenas que a lealdade entre parceiros em qualquer actividade é indispensável por todas as razões: éticas, morais e práticas. Essa é a base de toda a relação entre duas ou mais partes. Quando uma das partes se abstém de seguir essa regra, dando o dito por não dito e quebrando acordos expressos ou tácitos, está a ferir gravemente a relação e a condená-la unilateralmente ao seu fim. Nestas circunstâncias nada há a fazer, senão deixá-la a sós com a sua consciência.