quinta-feira, junho 23, 2005

Um blogue depressivo com excesso de vírgulas

De vez em quando foge-nos a boca para a verdade. A mim aconteceu-me ontem. Alguém me disse que tinha vindo visitar A Nódoa. Eu, quase me desculpando, disse que isto era um blogue um bocado depressivo, um sítio onde eu venho descarregar as minhas mágoas contra o mundo. Disse-o impulsivamente. Nunca o tinha pensado antes. Mas agora que penso nisso, percebo que, inadvertidamente, consegui, enfim, identificar a substância do meu próprio blogue. E não só consegui isso, como ainda consegui perceber porque é que não o actualizo com uma frequência muito exaustiva. É que, apesar de tudo, não estou deprimido todos os dias. E isso é bom. A parte má é eu continuar com dúvidas sobre os locais em que devo colocar as vírgulas. Por exemplo: inadvertidamente vírgula consegui vírgula enfim vírgula; Não será demais? Qualquer dia começo a escrever sem vírgulas algumas...

5 Comments:

Blogger Rita said...

Eu sei que isto não é de amiga mas, por favor, fica deprimido mais vezes.

Quanto às vírgulas, como julgo saberes, já somos dois.

11:35 da tarde  
Blogger Pedro F. Ferreira said...

Se isso é depressão, deprime-te. :)
A pontuação está correcta.

6:31 da tarde  
Blogger jpt said...

uma vírgula é sempre bem-vinda

7:18 da tarde  
Blogger jorge said...

gosto do blog e das virgulas e nada disso é depressivo!

1:55 da manhã  
Blogger JAM said...

O Luís de Sttau Monteiro e a sua Guidinha tinham a melhor resposta para esses problemas existenciais:

“Estou farta de batatas até aos olhos não posso ver batatas à minha frente porque tenho um azar danado enquanto toda a gente hoje tem o DIA mundial da poupança eu nasci numa casa em que andamos há cinco anos ou mais sim ou mais que eu tenho a impressão de que nunca vivemos senão assim mas o melhor é voltar ao que eu estava a contar enquanto toda a gente tem um dia mundial da poupança nós lá em casa andamos no ANO inteiro da poupança e o pior é que já vamos no quarto ano da poupança e para quê sim para quê?”

10:08 da manhã  

Enviar um comentário

<< Home