terça-feira, junho 07, 2005

Uma nação suicida

«Os acidentes de viação nas estradas portuguesas já provocaram 461 mortos, 1.347 feridos graves e 16.981 ligeiros entre 1 de Janeiro e 5 de Junho, um aumento de 13 mortes face a igual período em 2004».
E perante este comportamento a principal resposta das autoridades é o aumento das multas. Só não lhes é indiferente que os portugueses tenham vontade de se matar, na medida em que isso possa contribuir para aumentar as receitas do Estado. Se ao invés deste comportamento desviante, os portugueses optassem por se suicidarem de formas mais convencionais, não tardaria que o Estado se lembrasse de taxar as famílias dos suicidas. Basta pensar na atitude fiscal que o Estado tem para com esses lentos suicidas que são os fumadores, para se perceber o seu desprezo pelos cidadãos.